categorias

Category:

A vida e a época de Frederick Douglass escritas por ele mesmo

Em estoque

Edição inédita e definitiva das memórias do ex-escravizado que se tornou a figura pública negra mais respeitada nos Estados Unidos no século XIX. Volume vem acompanhado de palestras da filósofa feminista Angela Davis sobre a obra do abolicionista e seu legado

???Meu papel foi contar a história do escravo. Para a história do senhor nunca faltaram narradores.??? Assim Frederick Douglass (1818-1895) resume seu objetivo ao publicar, em 1893, a versão definitiva de sua autobiografia. Neste volume, o homem que se tornaria o funcionário negro mais graduado do governo dos Estados Unidos e voz proeminente no movimento abolicionista narra toda a trajetória de sua vida, da infância como escravizado numa plantation em Maryland, passando pela conquista da liberdade e a consolidação de uma brilhante carreira pública como escritor, orador, intelectual e político. Mais que uma narrativa da escravidão, a obra é um importante documento da evolução da luta abolicionista nos EUA, com análises feitas de um ângulo raras vezes considerado.

Diferentemente de suas autobiografias anteriores, esta, até agora inédita no Brasil, é a única que inclui não apenas os detalhes de sua fuga do cativeiro como descreve o período da Guerra Civil (1861-1865) e o pós-abolição nos Estados Unidos, quando o autor registra a permanência do produto mais nefasto da escravidão: o preconceito racial.

A edição conta também com as célebres Palestras sobre libertação, ministradas pela filósofa feminista Angela Davis na Universidade da Califórnia em 1969, nas quais ela faz um estudo da obra de Douglass. Davis também assina a apresentação, na qual discute como os escritos de Douglass podem ser interpretados pelo leitor do século XXI. O posfácio é de Luciana da Cruz Brito, historiadora e professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.